Your browser (Internet Explorer 6) is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this and other websites. Learn how to update your browser.
X
Nota

As praias de Benguela: Os melhores locais de “visita obrigatória” na Costa Angolana.

As praias á volta de Benguela têm sido, desde sempre, locais onde as pessoas vão para relaxar e fugir da confusão. Eu sou uma delas porque aprecio bastante tudo o que a região tem para oferecer. Benguela fica 700 quilómetros a sul de Luanda, a capital de Angola. Benguela foi fundada pelos Portugueses em 1617 e foi um porto de comércio de escravos. Tendo sido poupada da pior parte da guerra civil que reduziu outras cidades interiores a escombros, Benguela é hoje bastante pitoresca. Possui uma mistura charmosa de blocos de apartamentos baixos, localizados em estradas tornadas belas pelas famosas acácias vermelhas de Benguela.

Em Benguela, a capital cultural de Angola, as tradições Africanas são fortes. O sentido de história é palpável, mas o verdadeiro tesouro desta região não é a arquitetura colonial. São as pessoas. Os residentes de Benguela são abertos e gregários, com um esprito infecioso.

Há ainda as praias: Praia Morena, Praia da Caota, Praia da Caotinha, Praia da Baía Azul e Lobito. Cada uma tem o seu próprio sabor e todas valem uma visita.

Praia Morena percorre um comprimento de mais de 1000 quilómetros. É um local favorito dos casais românticos. Começa a sua extensão na baixa da cidade, junto aos edifícios governamentais e aos hotéis.

Praia da Caota é muito mais pequena, percorrendo apenas 400 metros. Ficando apenas 10 quilómetros do centro da cidade, combina areia e relevo rochoso. Com águas bastante claras e calmas, é um local recomendado para os interessados em pesca subaquática.

Com um nome semelhante a Praia da Caotinha fica a 26 quilómetros do centro da cidade. Com um comprimento ainda mais pequeno, uns meros 150 metros, o seu isolamento torna esta praia mais privada.

A Praia da Baía Azul é um local bastante pitoresco. Esta praia, adjacente á Baia, deve o seu nome às suas águas azuis. Percorre 3 quilómetros e é considerada a “praia mãe” na área de Baia Farta.

Se necessitar de uma praia com acesso bastante fácil poderá considerar as de Lobito. Localizada mesmo na cidade, as praias de Lobito estão bastante perto das áreas residências. Estas incluem as praias de Restinga, Cabaia e Compão.

Pensando onde ficar? Considere uma visita ao Hotel Praia Morena. Este Hotel de 3 estrelas tem uma atmosfera bastante acolhedora. Oferece aos clientes variedade de serviços incluído um ginásio, salão de beleza, spa, duas piscinas (incluindo uma para crianças). Os quartos são bastante confortáveis, com belas vistas sobre varias áreas da cidade. Esta localizado perto á entrada da cidade, possibilitando um acesso fácil às praias e outros locais de interesse.

Não consegue decidir qual praia a visitar? Ou também quer “ver um pouco da Cidade”? Participe num Safari e combine ambos esses interesses! Um Safari de 8 dias ira permitir visitas às praias de Luanda, Benguela e Lobito. Durante o Safari poderá experimentar as seguintes atividades:

  • Visitar as cidades de Luanda, Benguela e Lobito;
  • Visitar várias praias adjacentes;
  • Viajar ao longo dos rios mais próximos;
  • Visitar as Cachoeiras (quedas de água);
  • Ver a vivência do povo local;
  • Ver a vida selvagem do local;
  • Deliciar-se com os melhores frutos do mar;
  • Praticar snorkeling ou pesca.

Quanto a mim, quando consigo fugir um pouco ao trabalho, gosto de passear descalça pela praia enquanto o sol se poe. O pôr-do-sol é algo que poderia ver todos os dias. Nunca é bem igual.

Nota

Ilha da Madeira: Experimente férias na Natureza. Visite paisagens deslumbrantes.

Está planeando a sua próxima fuga da confusão contínua da vida moderna? Se gosta de locais cheios de beleza natural, contemple uma visita á Ilha da Madeira nas suas próximas férias. Ela tem muito a oferecer ao visitante que deseja “fugir de tudo”.

A Ilha da Madeira fica a 310 milhas da Costa Africana e a 620 milhas do Continente Europeu, apenas um voo de 1 hora e 30 minutos a partir de Lisboa. Devido á sua posição geográfica e ao relevo montanhoso, a Ilha da Madeira possui um clima bastante ameno, com medias de temperatura bastantes suaves (no verão e no inverno), e um nível de humidade moderado.

Nela existem muitos sítios de grande beleza natural, mas dois destes são de visita obrigatória para o amante da natureza: as Grutas de São Vicente e o Pico Ruivo.

Em São Vicente poderá visitar as Grutas e também o Centro de Vulcanismo.

O Centro de Vulcanismo procura divulgar informação técnica e cientifica tornando a sua visita às Grutas mais recompensadora. O Centro de Vulcanismo combina cultura e conhecimento com lazer e divertimento. 90 visitantes, de cada vez, visualizam exibições audiovisuais que recriam a evolução geológica das Grutas, a erupção de um vulcão e, uma simulação do nascimento do Arquipélago. Este Centro complementa a sua visita as Grutas, usando estas como um exemplo da formação geológica da Ilha da Madeira.

As Grutas de São Vicente foram formadas por uma erupção vulcânica 890 mil anos atras no Paúl da Serra. A medida que a lava descia para o mar, a porção exterior era exposta a temperaturas mais baixas, e solidificava rapidamente. A porção interio da lava continuou a fluir. Os gases interiores criaram uma serie de tubos que formam as Grutas de São Vicente. São estas pelas quais irá passar quando visitar as Grutas. Este conjunto de oito “tuneis vulcânicos” estende por mais de 1000 metros, tendo alturas máximas entre 5 a 6 metros. É a maior rede de grutas na Ilha da Madeira.

Pico Ruivo
Esta Caminhada é provavelmente a mais conhecida rota de alto nível na Ilha da Madeira e, por consequência uma das mais populares. A caminhada para o cimo oferece vistas deslumbrantes da paisagem e de uma variedade de fauna e flora. Dai a sua popularidade. A rota está bem sinalizada e em boas condições de manutenção, seguir a rota não é um problema.

Caminhadas pelas Levadas
Vista um par de sapatos confortáveis e faça uma caminhada pelos canais de irrigação conhecidos por “Levadas”. As mais populares caminhadas são Levada do Rabaçal, em direção as 25 Fontes; Levada das Queimadas (até ao Caldeirão Frio); a caminhada entre o Pico do Areeiro e Pico Ruivo; e a caminhada desde o Ribeiro Frio á Portela. Foi também pensado um trilho específico para pessoas com mobilidade limitada. Este caminho, entre Pico das Pedras e Queimadas, é também deslumbrante, embora seja uma caminhada fácil.

Lembre – se sempre que, para sua segurança, deverá prestar atenção ao seguinte:

  • Não caminhe só, leve sempre companhia
  • Recolha previamente informação actualizada sobre o percurso
  • Informe sempre alguém do trilho que vai fazer e hora prevista da chegada
  • Certifique-se do tempo de caminhada e garanta que a finaliza antes de anoitecer
  • Transporte alguma comida e água de reserva
  • Utilize roupa e calçado apropriado
  • Se possível leve um telemóvel consigo
  • Em caso de fortes chuvas e ventos não faça o percurso ou volte para trás pelo mesmo caminho
  • Não corra riscos
  • Memorize os seguintes contactos:
    Emergência: 112
    Protecção Civil: 291 700 112

Na próxima semana terei novas sugestões sobre o que visitar na Ilha da Madeira.
Espero por si!