Your browser (Internet Explorer 6) is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this and other websites. Learn how to update your browser.
X
Aparte

O Sabor da Cozinha Angolana: Cultura e Costumes de Angola (Parte 3)

Já consideramos quais “lugares a visitar”, e as “coisas a fazer e ver” em Angola. Agora podemos falar um pouco sobre “o que comer”!

No século 16, navegadores portugueses circum-navegaram o mundo e introduziu produtos alimentares e uma variedade de culturas culinárias em todos os cantos da terra. Portugal e suas ex-colônias influenciaram-se mutuamente nas suas tradições culinárias, resultando em pratos que continham elementos asiáticos, da América do Sul, Africanos. Bem como especiarias europeias, e ingredientes variados como pimenta piripiri, leite de coco, coentro, mandioca, banana, peixe seco, peixe, marisco e carnes. Isso explica, em parte, o vasto leque de estilos de cozinha e sabores dos alimentos encontrados na cozinha angolana.

A Comida caseira é uma tradição forte entre os angolanos. Os ingredientes são normalmente obtidos a partir de um ou mais dos muitos mercados presentes em quase todas as cidades. Estes oferecem tudo que é preciso para cozinhar em casa. Embora existam grandes supermercados nos modernos centros urbanos, onde alimentos congelados, vinhos importados, e produtos semelhantes podem ser adquiridos, estes são mais populares entre as populações estrangeiras.
Os alimentos básicos utilizados na Cozinha Angolana incluem farinha, feijão, arroz com carne, peixe, frango e diferentes tipos de molhos. As hortaliças são um importante componente da dieta de Angola. Folhas de batata-doce, tomate, cebola, quiabo acompanhada outros pratos ou são ingredientes na sua preparação. A comida Angola é normalmente temperada com diferentes tipos de especiarias, resultando em um tipo de cozinha que é muito saboroso e tem sabor excelente.

Locais onde comer:
Muitos angolanos, principalmente nas áreas urbanas, gostam de desfrutar os seus momentos de lazer em restaurantes. É fácil encontrar inúmeros pequenos restaurantes locais que servem pratos tradicionais exclusivamente angolanos. Existem também alguns restaurantes de qualidade elevada, principalmente nas grandes cidades, que especializam em cozinha internacional, incluindo Portuguesa, Espanhol, Italiana, Sueca e Brasileira. Em Luanda, alguns dos restaurantes deste estão localizados na Ilha do Cabo.

Está procurando comida étnica? Para Cozinha Chinesa pode experimentar Chez Wou. Localizado numa das áreas mais movimentadas de Luanda, Chez Wou responde rotineiramente às necessidades de muitos viajantes em negócio. Procurando Cozinha Vietnamita? Pode fazer uma visita ao Restaurante Tam 8. Existem também outros restaurantes especializados em determinados alimentos, como Fish Paradiso, um restaurante de frutos do mar. Os melhores restaurantes de Luanda, tais como Afrodisiakus, Clube de Empresários, e Farol Velho, são bem equipados e têm espaços interiores e exteriores. Restaurantes como a Pizzaria Napoles Bela oferecem serviço de comida takeaway. Outros oferecem buffets de almoço. A maioria dos restaurantes abre diariamente para almoço e jantar, mas esteja ciente de que alguns fecham aos domingos.

Pratos típicos de Angola:
Já escolheu um restaurante? Procurando algo tipicamente Angolano para comer? Experimente um dos seguintes pratos!
Calulu, que é feito de peixe seco ou fresco, acompanhado de folhas de batata-doce e quiabo cortado. Este prato pode ser servido com feijão de óleo de palma ou funge, um popular pudim de farinha de milho.

Mufete de Cacuso, feito com tilápia grelhada. Este também é servido com feijão de óleo de palma e mandioca cozida.

Muamba, um prato de frango temperado com pimenta e alho frequentemente servido com feijão de óleo de palma ou funge (pudim de farinha mandioca).

Bebidas:
Se tem um espirito aventureiro, experimente algumas bebidas fabricadas localmente, tais como cerveja de milho, vinho de palmeira (maluvu), e bebida de farinha de milho- (kissangua ou ocissangua), ou caxi, que é destilado a partir da mandioca e casca de batata.

Procurando uma “cerveja angolana”?

Tente Mangozo. “Mongozo” significa Viva! “Na língua Chokwe, e reflecte o espírito festivo da cerveja. Mongozo oferece cervejas com bases tradicionais, bem como receitas modernas, em cinco sabores: Manga, Banana, Coco, Quinoa, Semente de Palmeira. Mongozo também produz Fairtrade, uma pilsner única, feita de ingredientes orgânicos e sem glúten.

Não fique surpreendido se entra num bar ou mesmo num restaurante moderno e ver alguém a beber Mongozo a partir de uma cabaça. Na sociedade tradicional, as bebidas alcoólicas como Mongozo, são consumidos em cabaças. Defendem que uma cabaça preserva melhor o sabor autêntico, o aroma e a frescura de uma cerveja. Apesar de copos de vidro serem disponíveis, muitas pessoas preferem usar uma cabaça.

Quer explorar cozinha angolana ainda mais? Veja os seguintes livros sobre o assunto.
Diga-me qual a receita de que gostou mais!
Cherie Hamilton, Cuisines of Portuguese Encounters;
Jessica B. Harris, The Africa Cookbook;
Tami Hultman, The Africa News Cookbook; e
Dorinda Hafner, A Taste of Africa.

Leave a comment  

name*

email*

website

Submit comment